Boletim de Discussão de Astronomia Cosmobrain


Cosmofórum

Fórum Brasileiro de Astronomia


Forum de Astronomia Cosmobrain
 
 
 
Criar novo tópico Enviar mensagem  [ 1 Mensagem ] 

  Autor

  Mensagem


Expert
Expert
Default Avatar.
 
 Masculino
 Msgs: 3458
 Registro: 13/05/2010

Offline
O asteróide 3122 (Florence) irá passar sem perigo no dia 1º

Mensagempor Marco.sertaozinho » Qui, 31/08/2017, 23:39h

O Asteróide 3122 (Florence) não irá oferecer nenhum perigo para a Terra na sua passagem em 1º de setembro de 2017.
Os observatórios ao redor do mundo estão aproveitando a passagem deste grande asteróide, entre eles o SONEAR Observatory, localizado em Oliveira/MG/Brasil que registrou sua passagem no dia 30 de agosto.
Este observatório brasileiro é um dos poucos no mundo faz o monitoramento do céu, principalmente do céu do hemisfério celeste sul. O SONEAR é mantido por três astrônomos voluntários que se dedicam a Ciência, tendo um reconhecimento internacional. O primeiro cometa genuinamente brasileiro foi descoberto por este observatório.
O grande asteróide com quase 5 quilômetros de diâmetro foi descoberto em 2 de março de 1981 pelo astrônomo estadunidense Schelte Bus no Observatório de Siding Spring na Austrália recebendo a denominação 1981 ET3, depois foi nomeado de 3122 (Florence), em homenagem a fundadora da enfermagem moderna.
O asteróide foi classificado como um Potentially Hazardous Object (PHO) ou um Objeto Potencialmente Perigoso, devido à sua Magnitude Absoluta de (H ≤ 22) e sua Distância Mínima de Interseção Orbital é de (MOID ≤ 0.05 AU), um acrônimo para a expressão inglesa Minimum Orbit Intersection Distance.
Em 6 de abril de 1993, o asteróide foi nomeado de Florence em homenagem a Florence Nightingale, uma enfermeira britânica que ficou famosa por ser pioneira no tratamento a feridos de guerra, durante a Guerra da Crimeia que durou de 1853 a 1856. Florence foi a Chefe de uma equipe de 38 enfermeiras voluntárias.
Ela ficou conhecida na história pelo apelido de "A Dama da Lâmpada", pelo fato de servir-se deste instrumento para auxiliar na iluminação ao auxiliar os feridos durante a noite.
Em dezembro de 1846, em resposta à morte de um mendigo numa enfermaria em Londres, que acabou evoluindo para escândalo público, ela se tornou a principal defensora de melhorias no tratamento médico. independente de sua classe social para qualquer tipo de pessoa.
Em 1883, a rainha Vitória concedeu-lhe a Cruz Vermelha Real e em 1907 ela se tornou a primeira mulher a receber a Ordem do Mérito. Florence Nightingale faleceu em 13 de agosto de 1910, deixando legado de persistência, capacidade, compaixão e dedicação ao próximo. Ela estabeleceu as diretrizes e o caminho para a enfermagem moderna, sendo homenageada com o nome neste asteróide.
O asteróide 3122 (Florence) orbita o Sol a uma distância de 1.0–2.5 au uma vez a cada 2 anos e 4 meses (859 dias). Sua órbita tem um excentricidade de 0.42 e uma inclinação de 22° em relação à eclíptica.
No dia 1º de setembro de 2017, o 3122 (Florence) irá passar a uma distância de 7066000 km (7 milhões de km) da Terra, chegando a brilhar no céu com a magnitude aparente de +8.5, quando será visível em pequenos telescópios e lunetas por várias noites à medida que estiver se movendo no céu através das constelações Piscis Austrinus (Peixe Austral), Capricornus (Capricórnio), Aquarius (Aquário) e Delphinus (Golfinho).
Estas constelações estão visíveis no céu a leste no início da noite. Ele gira a cada 2,5 horas.
O asteróide Florence viaja a 48.708 km/h ou 13,5 km/s. A 7 milhões de km da Terra irá parecer tão lento que os observadores devem continuar a observar o asteróide por cerca de 5 a 10 minutos para detectar o seu movimento através das estrelas. As medições do seu tamanho, com 4,4 km de diâmetro foram realizadas pelo telescópio Spitzer da NASA.
Este é o maior objeto relativamente próximo da Terra a passar tão perto de nos em um século. Ele passará em 1º de setembro às 18 vezes a distância Terra-Lua, e sem nenhum risco de colisão.
O asteróide 3122 Florence não vai voltar tão perto da Terra nos próximos 500 anos.
O acompanhamento das observações do asteróide 3122 Florence abrange quase 40 anos, e sua órbita já é bem conhecida para o desespero dos sites sensacionalistas e hoax.
Com este tamanho de 4,4 km de diâmetro, caso o 3122 Florence atingisse a Terra, o ser humano e muitas outras espécies possivelmente seriam exterminadas.
Embora muitos asteróides conhecidos tenham passado por mais perto do que este, todos eles eram asteróides menores.
Entre os asteróides classificados como Potentially Hazardous Object (PHO), o 3122 Florence é uma dos maiores. Os asteróides mais grandes incluem 1999 JM8 (7 km), 4183 Cuno (5,6 km) e 3200 Phaeton (5,1 km), o que é pensado para este ser o asteróide que dá origem a chuva de meteoro Geminideos.
Destes, no entanto, Florença é mais brilhante, tornando-se um excelente alvo para vislumbres possíveis através de pequenos telescópios, lunetas e binóculos.
O 3122 Florence é o maior asteróide passar por nosso planeta tão perto desde que o programa da NASA para detectar e rastrear asteróides próximos da Terra (NEOs) começou, disse Paul Chodas, gerente do Centro da NASA para estudos Near-Earth Object, em um comunicado.
O cientista da NASA também informou que o Radar do Sistema Solar de Goldstone na Califórnia e o Observatório de Arecibo da Fundação Nacional de Ciência em Porto Rico irão capturar imagens de radar. Chodas diz que as imagens ajudarão os cientistas a aprender mais sobre a composição, a forma, as propriedades da superfície e a rugosidade do asteróide e a presença de pedregulhos. Eles também podem aprender, ele diz, se Florence tem um asteróide satélite menor.
No dia 12 de outubro de 2017, outro asteróide irá passar pela Terra sem o risco de colisão, é o 2012 TC4
Neste momento, uma nave da NASA está perseguindo um asteróide na missão OSIRIS-REx. A nave espacial foi lançada em setembro de 2016 para perseguir um asteróide potencialmente perigoso chamado Bennu.
O asteróide que atualmente representa a maior ameaça para a Terra é o Asteroide 1950 DA que poderá "talvez impactar a Terra no ano 2880." O asteróide tem cerca de 1,3 km e as chances de um impacto na Terra são atualmente de 1 em 8000. A cada órbita estes cálculos são refinados.

Mais informações e o vídeo sobre eles na página científica do Facebook: Galeria do Meteoro.




Os astrônomos são iguais aos vampiros - adoram a escuridão, odeiam a claridade, curtem luz vermelha, gostam de carne e não temem o frio noturno

http://www.panoramio.com/user/3227857

Voltar ao topo
 Perfil  
Responder com citação  
Mostrar mensagens anteriores:  Organizar por  
Criar novo tópico Enviar mensagem  [ 1 Mensagem ] 

 
Ir para:  
 

 Usuários Online

Usuários online neste fórum: Nenhum usuário registrado online e 2 visitantes
 Todos os Horários são UTC * Todos os IPs são logados.
 
 
Criar novos tópicos: Negado
Responder tópicos: Negado
Editar suas mensagens: Negado
Excluir suas mensagens: Negado
Enviar anexos: Negado

 
Servidores Dedicados Ars Magna Powered by Ars Magna WebServer